O Google está fazendo algumas alterações no Google Friend Connect, agora os seguidores necessitam ter uma Conta do Google para fazer login no Google Friend Connect para seguir os blogs.
Se você que me seguia e não tinha cadastro no Google, por favor faça o seu cadastro e volte
a participar da minha lista de seguidores e saibam que senti sim muita falta de vocês! Estou lhes esperando com o maior carinho!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

TENERIFE OU NHANDUTI por Marly Pinheiro

Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com, que está com papai do céu desde julho de 2008, nos deixou este PAP maravilhoso que resolvi postar pra voces, pois me pediam muito técnicas de tenerife E TIVE RECEIO DE PERDER TANTA INFORMAÇÃO MARAVILHOSA.
Nas minhas procuras para ajudar voces me deparei com o blog da Marly, que infelizmente não está mais entre nós... Mas creio que ela deva estar feliz, pois mesmo de longe, continua ajudando as pessoas com os conhecimentos que adquiriu enquanto esteve na Terra e que catalogou com tanto carinho no seu Blog. Visitem o blog dela, pois lá encontrarão muita coisa boa. Beijos

Para vocês terem ideia de como fica em outra cor



MATERIAL UTILIZADO: 1 Tear Sextavado com 19 pregos de cada lado, Agulha para Sacaria, 1 novelo de linha Anne Branca e 1 novelo de linha Anne Palha.



Com a linha na cor Palha, faça uma volta em torno do primeiro prego e um nó a cerca de 1 cm além do meio do tear, deixando uma ponta de linha de cerca de 10 cm.


Leve a linha até o primeiro prego do lado oposto do tear, passe em torno do mesmo e retorne ao lado, inicial passando pelo segundo prego...


e assim sucessivamente...


...preenchendo todo o tear... até o final.



Ainda com a linha presa ao novelo, meça 8 voltas em torno do tear e corte.


Enrole a ponta da linha até chegar próximo ao trabalho para facilitar o trabalho.


Com a linha enrolada, passe pela fenda que se formou no início do trançado...


...fazendo a volta por baixo...


... repetindo esse procedimento cerca de 6 vezes, até que pelo lado direito se forme uma espécie de anel.


Puxe a ponta da linha que ficou no início do trabalho, pela fenda formada, e amarre com linha que foi enrolada, tomando o cuidado de que não apareça no lado direito do trabalho. Para isso é que no início do trabalho, o nó foi feito a cerca de 1 cm do meio, para que fosse suficiente para ficar no lado do avesso.




Desenrole a linha e amarre a ponta com a ponta de linha que ficou do início do trabalho. Assim, o prego vai ficar com 1 par de fios, igual aos outros pregos. Como o tear tem 19 pregos em cada lado, um número ímpar, quando executarmos o trabalho haverá uma diferença na quantidade de tramas na última pétala. Assim, esse fio que foi amarrado ao meio do trabalho, ficando dobrado, servirá para formar o par de fios que faltará no final da trama. Prenda-o no prego que há fora da linha dos lados do tear. Reserve a linha palha enrolada para facilitar o trabalho.Esse tipo de problema não ocorre se o tear tiver um número par de pregos, e nesse caso, o procedimento de amarrar deverá ser feito no último prego do último lado.



Com a linha branca, meça 3 voltas em torno do tear e corte.


Junte as duas pontas da linha branca e passe na agulha.


Conte os pregos do tear e marque com um lápis a metade dos pregos de cada lado. No caso do tear com um número ímpar de pregos, a divisão não será exata, ficando uma parte com um número maior de pregos. Isso será compensando no lado seguinte.No caso de tear com número par de pregos a divisão será exata.


Passe a agulha por baixo do primeiro par de fios, à partir do meio do tear contado como na foto anterior.Passe a agulha pela alça formada pela dobra da linha e amarre, a cerca de 2 centímetros do centro.Esse procedimento é importante para que haja o menos possível pontas de linha no trabalho, permitindo um trabalho com melhor acabamento.


Com o fio branco preso no primeiro par de fios, passe a agulha por baixo dele, e por cima do seguinte, por baixo do terceiro par, e assim até até o final dos fios marcados como na foto onde dividimos os lados do tear. Isso fará uma trama de tear.


No final dos pares marcados volte com a agulha, agora passando invertido, ou seja, onde passou por cima, passe por baixo, e vice e versa. Puxe o fio e alinhe-o ao primeiro.Quando chegar ao fim da carreira, volte fazendo o mesmo procedimento, até completar 15 carreiras


Na 16 carreira, comece a diminuir 1 ponto de cada lado a cada carreira, até chegar a 3 pares de fios.


Para arrematar o fio podemos usar dois procedimentos: O primeiro, é passar a agulha por dentro dos fios das carreiras anterior até próximo ao meio.


Cortando o excesso.


O segundo procedimento é semelhante ao primeiro. Passe a agulha por dentro dos fios das primeiras carreiras à partir do fim da trama, depois separe os fios passando por dentro das tramas na horizontal, um fio para a direita...


... e o outro fio pela esquerda.


Repita os procedimentos formando 6 pétalas (número de lados do tear). Caso opte por fazer o arremate ao longo das pétalas, corte os excessos dos fios da linha branca e cole com cola para tecido (cola pano). Isso permite que os fios não se soltem e forme um bom acabamento, pois, depois de seca a cola fica transparente. Observar que depois de pronto o trabalho não deve ser passado a ferro por esse lado, pois a cola é plástica.



Desenrole o fio palha que estava na espera, coloque-o na agulha e puxe-o até a beira do tear. Pegue um fio de cada prego e amarre.


Pegue um fio de cada prego e dê um nó.


Repita o nó para que o nó não se solte.


Repita esse procedimento em torno de todo o trabalho



Veja que pelo lado direito do trabalho não aparece nenhum fio solto.


Retira o trabalho do tear com cuidado para que não arrebente a linha, um prego de cada vez.


Ao ser retirado do tear...


Aproveite a ponta de linha palha que ficou no final dos arremates fazendo pontos de união. Faça crochê nas bordas para dar acabamento.

Para fazer o arremate voce junta dois quadros, direito com direito, e com uma agulha de bordado, aproveitando uma ponta que voce deixou em um dos quadros, faça pontos como aqueles que se faz pra chulear tecido.
É fácil, enfie a agulha de trás para a frente, puxe e enfie novamente de trás para a frente do trabalho. Pegue nas alcinhas que se formaram nos pregos. Se fizer assim vai ficar mais delicado. Tem gente que a cada vez que passa a linha pelas alças, faz um nó. Espero que tenham entendido.
PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com
.


XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Mais um trabalho da Marly

MAERIAL:
Tear Sextavado com 19 pregos de lado, ou outro de tamanho suficiente para fazer a bolsa, fios encerados de 3 cores e grossuras diferentes (no meu caso usei da DANITEX), agulha de crochê tamanho 2 e 1,75, tecido para o forro, agulha de costura, zípers para fechar a bolsa e para bolso interno, e alças de metal.


Passe o fio pelo tear como nos primeiros exemplos, amarre o fio do início com o fio preso do tear e corte.


Com o fio branco meça cerca de 11 voltas em torno do tear e corte, junte as duas pontas e enfie na agulha. Pegue por baixo do primeiro par de fios selecionado para o início do trabalho...


... passando a agulha dentro da alça formada pela dobra do fio...


... puxando e fazendo um nó para prender o fio.


Teça pegando 5 pares de fios por baixo e 4 pares de fios por cima, em volta do tear, por cerca de 10 carreiras, sem arrematar as carreiras no final de cada uma, passando para a carreira seguinte automaticamente.


Na última carreira, enfie a agulha pelo trançado até o meio do trabalho, dê um nó para prendê-lo e corte. Observe que, como no final de cada carreira não ficará um número exato de pontos, cada carreira será desencontrada da anterior, dando o efeito de espiral.


Com a agulha de crochê e o fio mais fino, vá soltando cada par de fio do tear e fazendo meio pontos altos para fazer o arremate. Cuide que de esconder a ponta do fio conforme for fazendo o crochê. Se o tear e os fios forem diferentes dos meus, experimente a quantidade de pontos para cada par até chegar no ideal. No meu caso, coloquei 2 pontos por par de fios laterais, e 3 para os das extremidades, e assim não perdendo o efeito dos bicos do tear.


Faça os 2 lados da bolsa no tear. Quando terminar o arremate do último lado não corte o fio, use-o para juntar os dois lados da bolsa fazendo pontos baixos para a junção, deixando uma abertura para a bolsa.



Use o tear como gabarito para cortar o forro da bolsa. No eu caso, fiz a abertura e coloquei o zíper a cerca de 3 cm acima do vértice lateral da bolsa. Cortei o tecido de forma a colocar as alças separadamente. Fiz um bolso grande interno com zíper e bolsos laterais sem zípers, presos nesse bolso grande interno.



Para fixar os vértices do forro com os vértices do trançado a fim de que a bolsa fique uniforme, fiz pontos invisíveis prendendo o forro à trama e por dentro da bolsa.
PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

COMO MONTAR UM TEAR REDONDO FEITO DE MATERIAL RECICLÁVEL
PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com


No exemplo usei uma tampa de vidro de café solúvel. Retire o forro de papelão que vem na tampa, e use-o como molde para riscar um círculo. Caso não tenha um forro, use a base escolhida para riscar um círculo em uma folha de papel. que será o nosso gabarito para marcarmos os furos do tear.

Recorte esse círculo...

... e dobre-o em quatro partes. Com o auxílio de uma tesoura, corte cerca de meio centímetros da borda para que fique um pouco menor que a superfície da tampa.

Depois de dobrá-lo em quatro partes, dobre novamente fazendo uma sanfoninha.


Ao abri-lo verá que ficaram 8 marcas, onde vamos marcar com lápis.

Faça novas marcas entre cada uma das marcas feitas anteriormente. Assim teremos 16 marcas. Com o auxílio de uma fita adesiva, prenda o gabarito na tampa.



Usando uma caneta dessas para retro projetor, faça marcas na tampa, rente a borda do gabarito, junto às marcas no papel, a fim de saber onde furar. Fure como nas postagens seguintes.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

COMO FURAR E MONTAR O TEAR DE RECICLÁVEL
PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com



Escolha a base onde será feito o tear. Nos apresentados vemos diversos tipos de embalagens plásticas.


Escolha um prego do mesmo calibre de um palito de churrasco, e um pregador de roupas, desses de plástico que tem uma pequena covinha na ponta. Uma pessoa amiga me sugeriu a utilização de um tipo de ferro de solda muito vendido em lojas do tipo 1,99. Vale observar que a ponta desse instrumento seja do mesmo calibre do palito escolhido para o tear.

Pegue o prego com o pregador, encaixando o prego no pregador.


Segurando o pregador, esquente o prego no fogão...


... e com cuidado faça furos na tampa seguindo as marcas feitas anteriormente.


Observe que uma vez feito o furo, retire o prego imediatamente, evitando sambar com o prego, pois isso fará com que o furo fique maior que o desejável e o palito não ficará preso. Outra coisa importante é que a posição deve ser em ângulo reto, para que o palito fique reto sem se inclinar.


Feitos os furos, enfie palitos de churrasco por eles...


... e corte com tesoura, procurando cortar os palitos do mesmo tamanho.


Seu tear terá 36 pinos. Nesse caso, como os palitos não estão alinhados na borda da tampa, alguns dos pinos podem ficar um pouco moles. Não saem e não soltam do tear, mas parecem moles e frágeis. É claro que não é como um prego de metal, mas também não quebram ou se soltam com facilidade. E ainda tem a vantagem de, que se por acaso se estragarem, podem ser substituídos. Se não confiar de que ficaram realmente presos, pode-se passar cola de madeira na parte de trás, porém esse procedimento impedirá uma futura substituição. Com o auxílio de objetos redondos faça marcas no centro do tear para facilitar o trabalho onde necessite de marcas.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

PONTO BÁSICO DO NHANDUTI PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com


MATERIAL UTILIZADO: Linha Anne, Agulha para Sacaria e Tear de Reciclável.


Passe o fio pelo primeiro palito do lado escolhido para começar o trabalho, e leve até o palito oposto, circundando-o...


... e voltando, trançando como nos exemplos anteriores, até preencher todo o tear.


Passe o fio do início do trabalho na fenda formada entre os últimos pontos trançados e os primeiros, fazendo cerca de 3 voltas...


Amarre o fio do início do trançado com o fio que acabou de trançar, e corte cerca de 1 metro e meio de fio.


Comece a tecer pegando 4 pares de fios e passando a agulha por baixo...

... e enfiando a agulha na alça que se formou...


... puxando e fazendo um nó o mais próximo possível no meio do trabalho


Repita a operação...


... até dar a volta em todos os pares de fios formando blocos de 4 pares de fios.


Na carreira seguinte pegue dois pares de fios de cada bloco. Observe que deve pegar para começar os dois últimos pares do bloco onde terminou para que o fio não apareça no lado direito do trabalho.


Faça a laçada e nó da mesma forma como fez na carreira anterior, observando que agora os nós deverão ser feitos seguindo a marca feita no tear ou no gabarito. No meu caso de exemplo, como as marcas não ficaram no centro exato, procurei corrigir o erro das marcas levando os nós para os devidos lugares.


Faça toda a volta sempre pegando 2 pares de fios de cada bloco até terminar a carreira.


Faça a carreira seguinte pegando agora 2 pares de fios de cada vez, sendo que comece com 1 par de fios de cada bloco, depois dois pares de fios do mesmo bloco e 1 par de fios de cada bloco, e assim sucessivamente...


... até completar toda a volta.


Faça o arremate como nos exemplos das postagens anteriores.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BIJOUTERIA NA TÉCNICA DO TENERIFE E FIO ENCERADO PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com

MATERIAL UTILIZADO:
Tear de Material Reciclável, miçangas e fio encerado


Comece trançando o fio pelo tear como nos exemplos anteriores (ver aula 1). Amarre a ponta do início do trançado no fio preso ao novelo. Corte cerca de 1 metro e meio de fio. Comece a trançar pegando 1 fio de cada par de fios do palito, passando um por cima e outro por baixo...


...e assim sucessivamente, fazendo toda a volta no tear.


Invertendo a passada pelos fios, comece a fazer a pétala à partir do palito do meio do lado até o meio do lado seguinte do tear...


...e retornando até o fio do palito inicial.


Observe que cada pétala, nas laterais, pegará um fio de cada palito para que fiquem emendadas.


Faça 8 carreiras. Na 9ª carreira, vá somente até o meio da pétala. Enfie a agulha pelo meio da trama indo até o meio do trabalho...


... para fazer a pétala seguinte. Faça as quatro pétalas seguindo o mesmo critério.


Com a agulha arremate o trabalho no centro do amarrado e corte a ponta.

Retire com cuidado do tear e com os dedos espalhe as carreiras pelos fios até a beirada, arrumando e corrigindo possíveis imperfeições.


Numa superfície lisa com o auxílio de um pincel de cerdas duras, passe cola branca (aquela do rótulo azul). Aproveite esse momento para colar as pontas do fio que ficou no avesso. Passe para outra superfície limpa e sem cola e deixe secar, virando-a conforme seca para que não grude na superfície. Depois de totalmente seco, cerca de 24 horas, conforme o clima, monte o colar conforme seu gosto. Tenha cuidado, pois a cola, se for lavar a superfície em água corrente, pode entupir encanamentos e poluir a natureza.


Para os brincos o critério é o mesmo, apenas terá menos fios para trançar.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BIJOUTERIA NA TÉCNICA DO TENERIFE - PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com


MATERIAL UTILIZADO: Linha Anne Branca, missangas e tear de tampa de NESCAFÉ.


Passe o fio pelo primeiro palito do lado escolhido para começar o trabalho, e leve até o palito oposto, circundando-o e voltando, trançando como nos exemplos anteriores, até preencher todo o tear. Cuide para que as miçangas fiquem junto aos palitos.


Amarre o fio do início do trançado com o fio que acabou de trançar, e corte cerca de 1 metro e meio de fio.


Comece a tecer passando 1 par de fios por cima e outro por baixo, e assim sucessivamente...


Até fazer uma volta inteira.


Continue tecendo invertidamente agora pegando 4 pares de fios...


... voltando...


... até formar 10 carreiras.


Na 11ª carreira, passe a pegar 1 fio por cima e 1 por baixo, e assim sucessivamente, por duas carreiras. Na 13ª carreira passe a diminuir um ponto de cada lado a cada carreira.


Até ficar com apenas 1 ponto.


Enfie a agulha por dentro dos fios até o meio do trabalho. Faça as outras pétalas. A ponta do fio do início do trabalho, enfie por dentro do pontos para escondê-lo.


Para fazer o arremate, passe a agulha por baixo do primeiro par de fios, e depois por dentro da laçada, fazendo o nó.


Repita a operação...


... em cada par de fios...


... contornando o trabalho.


Retire o trabalho do tear e puxe, com cuidado e com a mão, os nós do arremate até próximo às miçangas.


Num prato e com o auxílio de um pincel passe cola branca dos dois lado da peça. Conforme a cola for secando, vire-a e mantenha-a esticada para que fique esticada. Ela ficará endurecida após a secagem. Monte as peças conforme na foto inicial.


XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PONTO TENERIFE FEITO EM TEAR DE MATERIAL RECICLÁVEL PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com

MATERIAL UTILIZADO: Linha Anne Branca e Azul.


Passe o fio pelo tear até o preencher totalmente como nos exemplos das postagens anteriores. Corte o fio a cerca de 50 centímetros do trabalho e amarre a ponta do fio com o fio que ficou do início do trançado. Divida os pinos em 6 partes. Se não der uma divisão exata, adapte-a ao tear. Por exemplo: no meu caso que tenho 44 pinos a divisão por 6 deu 7 sobrando 4 (6 X 7 = 42 sobrando 2). Assim, intercale a distribuição desses 2 pontos que sobraram, fazendo 2 pétalas com 7 pontos 1 pétala com 8 pontos, mais 2 pétalas com 7 pontos e mais 1 com 8 pontos. Enfie a linha na agulha e passe por baixo de 8 pares de fios...


... e dê duas voltas amarrando o início da pétala.


Enfie a agulha por dentro da amarra para ir até ao centro do trabalho.


Repita essa operação até marcar as 6 pétalas da flor. Corte a linha, amarre com a linha do início do trabalho e esconda as pontas dentro dos amarrados. Se for necessário cole com cola pano para que não se solte.


Com a cor azul meça cerca de 2 voltas e meia em torno do tear, enfie a linha na agulha e pegue no primeiro par de fios da pétala.Puxe a agulha e enfie-a na alça que ficou com a dobra da linha...


... amarrando o fio para o início da trama.


Comece a tecer como nos exemplos de trabalhos já ensinados, pegando os pares de fios por baixo, por cima e assim sucessivamente.


Volte fazendo as carreiras seguintes sempre intercalando e invertendo em relação à carreira anterior...


...ora por cima, ora por baixo, tecendo cada carreira, até completar a quantidade de carreiras desejada. No meu caso fiz 12 carreiras.


Passe a agulha por entre as duas últimas carreiras e entre os dois pares de fios do início da carreira.


Retire uma das pontas do fio da agulha e enfie a que ficou entre o trançado da carreira anterior prendendo-o à trama para um dos lados. Faça isso o necessário para sentir que não irá desmanchar. Corte o fio e repita a operação com a ponta do outro fio, para o outro lado.


Faça o arremate conforme nos exemplos das postagens anteriores.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

OUTRO PONTO TENERIFE FEITO EM TEAR DE MATERIAL RECICLÁVEL PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com


MATERIAL UTILIZADO:
Linha Anne na cor palha, agulha para sacaria e tear de tampa de pote plástico


Faça o trançado conforme nos exemplos das primeiras postagens. Corte o fio a cerca de 1 metro e meio do trançado e amarre a ponto do fio com o fio que ficou do início do trançado.


Comece a tecer pegando os pares de fios, passando por baixo de 4 pares, em seguida por cima de 3 pares, e assim sucessivamente...


... contornando todo o tear, por todo o trabalho.


Verifique que sucessivamente, a cada carreira, haverá um desencontro dos pares de fios tomados, formando uma espécie de espiral.


Teça por uma quantidade de carreiras que julgar necessário. No meu caso, fiz 12 carreiras. Para arrematar passe a agulha por dentro dos fios trançados até o miolo do trabalho.


Amarre o fio ao fio que ficou do início do trabalho, enfie os fios amarrados por dentro dos trançados para escondê-los, e, se for necessário, cole com cola pano para fixar a ponta dos fios.


Meça o fio cerca de 4 voltas em torno do tear e corte.


Pegue 1 fio de cada palito, passe a linha por baixo...


Passe a agulha por baixo da linha que foi passada no passo anterior...


... puxe e amarre.


Repita esse procedimento...


... por toda a volta do tear arrematando.



Com o auxílio da agulha, tire o trabalho do tear.


XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

COMO MONTAR UM TEAR QUADRADO PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com

Para fazer esse tear vamos usar mais uma tampa de um desses potes plásticos que usamos para guardar coisas. Com uma régua meça o lado da base onde será feito o tear.


Comece pegando uma folha de papel dessas que a gente usa em impressora de computador. São boas por que suas medidas são perfeitas e não precisamos conferir o ângulo no início do trabalho. Marque a mesma medida do lado da base onde será feito o tear na folha, à partir do canto. No meu caso foram 11 centímetros.


Dobre a folha no ponto onde foi marcado. Procure fazer essa dobra colocando a parte que foi medida exatamente em cima do resto da folha para que não fique torto.


Abra a folha e aproveite a marca feita pela dobra como guia para medir novamente a folha.


Dobre novamente a folha da mesma forma que foi feito anteriormente.

Abra a folha e terá um quadrado perfeito. Recorte-o.


Com uma régua faça marcas no lado desse quadrado. Observe que nas duas pontas deverá ter meio centímetro cada.


Faça esse procedimento nos 4 lados do quadrado.


Com o auxílio de uma fita adesiva, fixe o quadrado na base e com uma caneta de retro projetor faça marcas na base junto às marcas do quadrado, e fure como no exemplo das postagens posteriores.
.....................................................

FAZENDO UM TEAR DE 6 LADOS PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com

Escolha a base onde será feito o seu tear.


Procure um objeto redondo do exato tamanho da base do objeto que usará para fazer o tear. Aqui escolhi uma leiteira, mas podia ser uma xícara, copo, prato, panela, etc, desde que caiba dentro da base escolhida.


Com esse objeto redondo, risque um círculo num pedaço de papel.


Recorte esse círculo...


... e dobre em quatro partes.


Com uma régua ou fita métrica meça o raio desse círculo. O raio é a linha que vai da borda até o centro do círculo. Essa medida deverá ser em um número de centímetros exata. Se medir mais que algum centímetro exato, corte a borda do círculo tirando o excesso. No meu caso estou fazendo um tear com 6 palitos, então terá 5 centímetros mais 1 centímetro de borda.


O nosso tear será um chamado sextavado, que na verdade é um hexágono. Uma pequena aula de geometria: O hexágono é um polígono de 6 lados, inscrito em uma circunferência imaginária. Traduzindo, um polígono de 6 lados que cabe dentro de um círculo. Para calcular o lado de um hexágono, basta sabermos a medida do raio do círculo onde ele está contido, o que foi medido na foto anterior, e que no meu caso é 6 centímetros. Faça uma marca em algum ponto da borda do círculo, e meça 6 centímetros até a outra parte da borda onde a régua encostar. Esse procedimento deve ser exato senão o polígono ficará defeituoso.


Repita esse procedimento em torno de todo o círculo...


...e verá que assim dividirá o círculo em 6 partes


Ligue esses pontos e terá um hexágono.

Recorte o hexágono, e com uma régua marque os centímetros dos lados do hexágono. Verifique que deverá deixar meio centímetro em cada lado para que, entre os pinos de um lado e outro, fique com a mesma medida entre os pinos dos lados.


Repita esse procedimento em torno de todo o hexágono. Com o auxílio de uma fita adesiva, fixe o hexágono na tampa.


Com o auxílio de uma caneta para retro projetor, faça marcações na tampa, próximas às marcas do hexágono. Depois é só furar como na postagem seguinte.


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

EXEMPLOS DE TEARES FEITOS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS PAP DE Marly Pinheiro, do http://coisasdalily.blogspot.com



Esses são apenas alguns exemplos do que podemos fazer com as embalagens de produtos que usamos em casa, e que normalmente jogamos no lixo, contribuindo com a poluição do mundo em que vivemos. Olhe ao teu redor e vai ver um monte de coisas interessantes que pode fazer, basta usar a imaginação.
TEARES FEITOS EM TAMPAS DE POTES PLÁSTICOS


TEARES FEITOS EM EMBALAGENS DE CREME PARA CABELOS




TEAR FEITO COM EMBALAGEM DE ÓLEO DE SOJA



TEAR FEITO EM EMBALAGEM DE MARGARINA


TEAR FEITO EM EMBALAGEM DE CIF DESENGORDURANTE



TEAR FEITO EM EMBALAGEM DE AMACIANTE DE ROUPAS


TEAR FEITO EM EMBALAGEM DE NESCAFÉ




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES

ARQUIVO DO BLOG