Tradutor 2

Tradutor






English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified


Seguidores

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

MASSA DE SAL - guirlanda

Clique em mais informações para ver o passo a passo

Esta técnica é feita pela Geisa Navarro do site http://samellos.com.br/pastadisale/index.htm

A receita da massa é simples:
2 copos de farinha de trigo
1 copo de sal
1/4 de copo de cola
1/2 de água
tinta guache

Modo de Fazer:
Misture o sal e a farinha. Dissolva a cola na água e acres-
cente ao sal e a farinha, misture bem, ficará uma massa
bem seca, esfarelando. Separe pequenas quantidades de
massa e acrescente o guache na cor desejada, ele vai
terminar de dar o ponto à massa. Modele a peça e leve ao
forno na temperatura mais baixa, e na primeira meia hora
deixe a porta do forno semi aberta. Para saber se a peça já
está seca espete um palito de dente, se estiver seca ele
não vai penetrar na peça. Envernize com verniz PU
bicomponente e verniz marítimo.
P.S. Essa técnica pode ser usada por crianças!!
Abaixo algumas dúvidas que foram postadas no http://samellos.com.br/pastadisale/index.htm e que a Geisa esclareceu, por isso resolvi copiar pois pode ajudar  a voces tambem

Olá,
Geisa Acabo de adquirir o 1ª edição da revista de massa de sal. Queria saber se você já tem peças que durem 01 ano ou mais, caso sejam só para enfeites.
Estou com vontade de aproveitar a Páscoa para produzir peças e vender. Como moro no Rio de Janeiro, e aqui é muito quente estou com medo de fabricá-las e após algum tempo derretam na casa do cliente, o que acabaria por me queimar profissionalmente. Também gostaria de saber quando sai o próximo número da revista. Obrigada pela atenção, um abraço, Ana Cristina


Geisa Responde
Antes de tudo obrigada por adquirir a revista, tenho certeza você vai se
surpreender com os resultados da massa de sal!! Vamos as suas dúvidas...
Sim eu tenho peças com mais de um ano, algumas até sem verniz, logicamente essa última sofre com a umidade, mas não chega a "derreter". Você pode fazer
sem preocupação suas peças basta que as deixe secar bem no forno e passe o verniz como ensinado na revista (P.U. bicomponente, pois ele forma uma película como se plastificasse a peça, mas deixa opaca por isso e para maior proteção use outro verniz sobre o P.U., eu uso o verniz naval brilhante) fazendo assim não tem nenhum perigo, tenho peças nos Estados Unidos, Itália, Inglaterra e até no nordeste, assim como aqui em casa onde a umidade "é terrível" e o que pode acontecer é a peça "suar" quando a umidade relativa do ar é muito alta, especialmente nos dias de chuva (aparecem algumas gotinhas
de água na peça que somem assim que a chuva passa), mas não derrete, as únicas peças que podem apresentar problemas por estar em contato direto com a umidade são os imãs, mas isto eu vou explicar mais para frente quando fizer a revista dedicada a este tema. Resumindo: O calor não afeta em nada as peças, pelo contrário as mantém secas e bonitas. Umidade: Inimigo que é amenizado com o uso do verniz P.U. + Verniz naval. Para sua maior segurança faça como eu, cole nas peças sua assinatura e a seguinte informação: Artesanato em massa de sal . TEME A UMIDADE. MANTER EM LOCAL SECO. INGR.FARINHA, COLA,
CORANTE E VERNIZ. Por ser um artesanato novo no Brasil é interessante informar as pessoas do que ele é feito e como conserva-lo o que depois de algum tempo não será necessário como já ocorre em países onde ele é bem conhecido. Falando em revista a próxima sai no finalzinho de fevereiro e deve estar na sua cidade até, no máximo, nos primeiros dias de março. Mais uma vez obrigada e sinta-se à vontade de perguntar o que quiser e se possível mande uma foto da sua peça pela internet, pois no futuro tenho em mente de abrir um espaço na revista com trabalho dos leitores. Estou aqui sempre para esclarecer suas dúvidas.
Um abraço,
Geisa Navarro.

OLÁ
AMIGOS, Adoramos a revista´´massa de sal´´ indicamos para a nossa professora que comprou a revista e nos emprestou.Eu MAYRA e minha amiga PALOMA também adoramos!!! Nós gostaríamos de tirar duas dúvidas: *depois de cada boneco feito tem que levar ao fogo claro, mas esse negócio de depois de cada boneco feito levar ao forno (um de cada vez) não da certo gostaríamos de saber quantos minutos precisamos se quisermos encher uma assadeira inteira para depois colocarmos no forno? *E quantos dias a massa pode ficar parada sem danificar??? Aguardamos sua resposta urgentemente e ansiosamente para começarmos a trabalhar!!!! AGRADECIDAS PELA À ATENÇÃO MAYRA (13ANOS) & PALOMA (13ANOS) SAO PAULO SP


Geisa Responde
Olá
meninas!!! Obrigada por expor suas dúvidas. Vamos lá. Não é necessário colocar o objeto logo que terminar de ser feito no forno. Vocês podem acender o
fogo somente depois que a forma estiver cheia. Não tem um tempo certo, se a massa estiver bem firme é possível esperar até o outro dia ou mais!! Quando tenho muitas peças para fazer e uma demora mais que a outra, ou não é possível continuar o trabalho no mesmo dia, costumo dar uma pré-secada no objeto (só para ter certeza de que não vai desmontar) e depois levo tudo ao forno, tirando as primeiras peças antes, pois secarão primeiro. Tome somente cuidado para não deixa-las expostas à umidade, se vão demorar a envernizar depois de secas guarde em saquinhos. A massa pode ficar semanas sem ser usada.
Guarde sempre em saquinhos e fora da geladeira. Com o tempo o sal criará água o que deixará a massa mais mole, se precisar faça outra massa mais seca e misture. Mas não é bom deixar mais que três semanas a massa parada, ela ficará com um cheiro forte, se vocês terminaram o trabalho e não tem previsão para fazer outro, faça bases para bonecas e deixem guardadas em saquinhos mesmo que só pré-assadas elas duram meses. Espero ter desfeito suas dúvidas. Mais uma vez obrigada e bom trabalho!! Qualquer coisa escreva.

Karina
Comprei a revista e estou bastante interessada neste assunto, entretanto, ao visitar a sua página, está acontecendo das fotografias não estarem expostas por inteiro. Não sei se o problema é com o meu browser ou se é da programação da home page. Só estou falando porque você pode querer corrigir este problema. PS.: Pretendo continuar adquirindo as outras revistas e experimentar esta massa

Geisa Responde
Olá! Obrigada por ter adquirido minha revista. Quanto ao problema que você comentou, realmente é um problema de navegador. Creio que você use o Netscape e nesse caso a leitura esta tendo problemas. Estaremos solucionando em breve. Obrigada, quanto ao "toque".
Abraços,
Geisa Navarro

Ana Paula
Gostaria
que detalhasse mais as modelações dos objetos e desse uma base de preço de custo e vendas? Obrigada pela oportunidade, gostei muito da revista.


Geisa Responde
Olá
Ana Paula! Antes de tudo, obrigada por ter adquirido a revista. Obrigada
também por expor suas dúvidas e opiniões, elas farão com que possamos melhorar a revista. Veja Ana Paula, estou para colocar os preços nas peças que tenho na internet, ainda não o fiz porque são muitas e no momento o profissional que cuida desta área não pode fazê-lo. Não pretendo colocar o preço na revista, porque vai depender muito para quem a pessoa vende e em qual parte do país ela mora. As peças em si têm um custo muito baixo, para fazer uma massa você vai gastar cerca de R$ 5,00 (contando farinha, cola, sal, gás, verniz,guache) e com ela é possível fazer de 20 a 30 bonecas! Ou seja, o que você
vai cobrar na verdade é o seu trabalho, o tempo gasto e isto é só você para dar o preço! Também tem o fato que esta revista está sendo feita de modo que a pessoa depois de um certo número de edições possa encardena-las formando um livro (a numeração das páginas continuará de um número ao outro das revistas) e com o tempo o preço entraria em defasagem. Em todo os caso estou mandando para você uma lista de preços minha, não está completa, mas abrange um grande número de peças. Quanto aos detalhes da modelação farei o possível para detalhar mais as peças. Tenho procurado mostrar os passos mais importantes.
Veja, o que não aparece em uma peça você pode ver na outra. Permita-me dar um conselho, não se detenha a fazer as peças exatamente como no modelo dado. Procure ver como se faz e criar ou modelar conforme a sua imaginação o resultado será ainda melhor. Experiência própria!! Obrigada mais uma vez e sinta se à vontade para tirar suas dúvidas.

Jacira
Gostei muito desta revista e gostaria de mais sugestões sobre enfeites e não entendi muito bem se primeiro você deixa assar a massa e depois retira o papel alumínio para assar em baixo? Não vai assar muito? Quantos minutos deixar para assar a parte de baixo? Obrigada


Geisa
Responde
Olá Jacira. Antes de tudo obrigada por adquirir a revista. O papel alumínio é muito útil na preparação da massa de sal, para transportar as peças, proteger a forma contra ferrugem com a vantagem de desgrudar facilmente das peças depois de secas. Mas o papel alumínio não deixa passar o calor o que faz com que à parte que está em contato com a peça demore a secar. Por isso logo que você perceber que já é possível pegar a peça sem nenhum problema de se romper, é melhor tirar do papel para que seque mais rapidamente e por igual. Se o forno estiver bem baixo não vai ter perigo de queimar o objeto. Não tenho como te dizer quantos minutos levará para secar a parte de baixo vai depender do tamanho da peça. Pegue um palito de dentes e tente espetar, se ele penetrar é porque ainda não secou o objeto. Fique de olho na cabecinha ou na parte mais grossa é a que vai demorar mais para secar. Quanto a sugestões de enfeites a que tipo de enfeites você se refere? Tendo aceso ao site será fácil para você criar e fazer outras peças. Visite também os links para ter novas idéias. Quanto ao modo de preparo terá que ter um pouco de paciência para ver as próximas revistas. De todo modo estou vendo de realizar um curso em S.P., se for do seu interesse mandarei um e-mail com os dados(local, hora, etc). Mais uma vez obrigada e espero ter respondido suas dúvidas.

Cara
Geisa ganhei uma revista sua e achei simplesmente maravilhosa. Espero poder encontrar próximos números nas bancas.
Um beijo. Ana Paula

Geisa Responde
Olá Ana Paula!! Fico muito contente por você ter gostado da revista!! Ela
estará nas bancas nos primeiros dias de cada mês. Se você tiver alguma dúvida me mande um e-mail.
(PS.: Não estou mais trabalhando com a Editora Camargo e Moraes. Atendendo a pedidos feitos pelo próprio site enviando as revistas 1, 2, 3, 4 e 5 diretamente para meus leitores.)

Amanda
Queria saber se para secar a massa tem que colocar também no sol?


Geisa Responde
Olá Amanda!! Antes de tudo obrigada por ter adquirido a revista. Amanda, se os objetos que você fizer for somente para trabalhos com crianças ou para um teste não é necessário secar no forno. Onde você mora faz bastante calor creio que a peça secará em pouco tempo debaixo do sol. Mas veja bem, secando desta maneira o objeto terá um aspecto um pouco "gessoso", assim para trabalhos profissionais o certo é secar no forno bem baixo. Não é necessário depois disto colocar a peça no sol, basta enverniza-la como explicado na revista. Mas tenha paciência e só envernize quando estiver totalmente seca. Um abraço e se precisar estamos aqui para esclarecer suas dúvidas.

Dulcineia
Peço a gentileza de tirar algumas duvidas:
1) Quanto tempo devo deixar a massa no sol para secar? É normal ela trincar?
2) Quando usar a tinta óleo para tingir, esta deve ser diluída em secante de cobalto?
3) Pode ser usado outro verniz para acabamento?
4) Após o termino fica uma peça resistente, parecida com biscuit? Desde já agradeço a atenção. Estarei acompanhando as novas edições.


Geisa Responde
Dulcineia Antes
de tudo obrigada por ter adquirido a revista. Aqui vão as respostas que
você aguardava, se tiver mais alguma dúvida entre em contato.
1) Dê preferência para secar as peças no forno. A secagem ao sol deve ser usada somente quando o material não for utilizado para comercialização. Você deve deixar no sol até ter certeza de que ela, a peça, está totalmente seca. Para evitar que a peça rache procure trabalhar sempre com a massa bem compacta deixe o forno aberto na primeira hora de secagem e se mesmo assim ela trincar tampe a rachadura umedecendo-a um pouco e colocando massa na mesma cor usada. Leve novamente no forno para terminar de secar.
2)Nunca fiz este processo, mas creio que não terá nenhum problema visto que nesta massa você pode usar até mesmo chá forte, café ou pó para sucos para tingi-la. Faça um teste em um pouco da massa. Lembre sempre de fazer uma massa bem seca para que ao acrescentar o secante cobalto ela não passe do ponto ficando mole.
3)Quanto ao verniz é imprescindível que você use o P.U. bicomponente. Ele é um verniz automotivo que forma uma película sobre a peça e é de rápida secagem. Como o sal sofre muito com a umidade desenvolvemos esta técnica para minimizar os efeitos dos períodos de chuva. Quanto ao verniz marítimo este sim pode ser trocado por outro, ele serve para dar mais brilho e deixar a peça mais lisa, o verniz P.U. deixa a peça um pouco opaca e grosseira, além de dar mais proteção à peça.
4) O resultado final da peça não é igual ao do bisqui. O bisqui na Itália é conhecido como "massa sintética" ao passo que a massa de sal é conhecida como "massa natural". O bisqui dá uma aparência de porcelana, já a massa de sal tem uma aparência mais rústica. Sim é uma peça resistente, mas como o bisqui ou outra peça qualquer precisa de atenção para não deixar cair no chão.

Professora
Geisa Navarro,
É um prazer entrar em contacto com você! Meu nome é Rose,
moro em Curitiba/PR, sou contadora, mas adoro artesanato. Encontrei seu e-mail no site da Artesanatonet. Achei a massa de sal uma idéia fantástica e fiquei com muita vontade de usá-la para fazer algumas peças, mas como sou marinheira de primeira viagem, tenho algumas dúvidas, que recorro à sua generosidade, para esclarecer e agradeço muito se puder me responder. Gostaria de saber:
- É só misturar a farinha, o sal e a cola diluída em água?
2. - Não precisa ir ao microondas ou fogo para cozinhar a massa?
3. - Como se sabe quando a massa está no ponto para ser usada?
4. - Pode ser guardada na geladeira para não ressecar?
5. - Quanto tempo a massa pode ser guardada antes de ser usada?
- A tinta guache é adicionada até se obter a cor desejada?
7. - A única forma de secar é levar ao forno em temperatura baixa?
8. - O que é "Verniz P.U. bicomponente" e onde pode ser encontrado?
9. - Há perigo da massa rachar depois de seca?
10.- Por quanto tempo dura uma peça feita com massa de sal?
11.- A cor fica mais escura depois da massa ficar seca?
12.- Pode ser usada para revestir latas de leite, caixas de papel ou madeira?
Fico antecipadamente grata pela atenção que me dispensar.


Geisa Responde
Olá Rose. Que bom que você gostou da massa de sal. Vai gostar ainda mais quando entrar em meu site e visitar os meus trabalhos e os de minhas amigas no exterior através dos links! Vou responder as suas perguntas, se precisar pode sempre contar comigo. Tenho também uma revista nas bancas, está no número 2 e daqui alguns dias sai o número 3 lá você vai achar tudo passo a passo. Vamos as suas perguntas:
1. Sim é só misturar os ingredientes, faça uma massa bem seca que chegará no ponto quando você tingí-la com o guache.
2. Não, com a massa pronta você vai moldar os objetos e depois levar ao forno para secar. Não tem segredo nenhum, seguindo a receita e a dica de fazer a massa bem seca você vai ter uma massa gostosa de se trabalhar, só não pode ficar muito molhada pois será difícil mexer com ela.
4. Não. Deve ser guardada fora da geladeira dentro de um saquinho plástico, se possível faça só a quantidade que você vai usar ela com o tempo tende a ficar mais úmida pela ação do sal, se precisar faça uma massa mais seca e junte as duas.
5. Dê preferência faça a massa para usar logo em seguida. Até mais ou menos 3 semanas dá para usá-la seguindo a dica que dei acima.
6. Sim
7. Depende. No caso de bonecas que não precisem de papel alumínio internamente
pode-se secar no microondas, temperatura baixa e com muito cuidado pois é fácil passar o ponto e queimá-las.
8. P.U. bicomponente é um verniz automotivo que além de ter secagem rápida forma uma película sobre a peça protegendo-a da umidade. Pode encontrar em grandes lojas de tintas ou em especializadas para carros, pesquise bem o preço pois algumas marcas custam muito caro e não é necessário comprar um verniz assim.
9. Ela pode rachar se na primeira meia hora de forno você não deixar o forno um pouco aberto ou se a massa não estiver muito compacta.
De todo jeito bastará colocar um pouco de massa na rachadura e levar ao forno novamente para secar. Depois de pronta ela não vai rachar.
10. Se bem envernizada e protegida da umidade dura anos.
11. Não. Tende a ficar mais clara, depois com o verniz a cor volta.
12. Latas não é recomendável já que a massa é a base de sal e enferrujaria a lata. Outros materiais sim portanto que você consiga envernizar a peça
para não sofrer com a umidade.

Um abraço,
Geisa Navarro
Qual
marca de guache usar? se não estou conseguindo obter cores mais escuras. Outro: Qual tempo de duração no forno de microondas? Estou adorando a revista e trabalhar com esta técnica...beijos,
Geisa Responde
Olá Sueli. Que ótimo que você está gostando da massa de sal,
quando puder mande algum trabalho seu por e-mail, abriremos um link com trabalhos aqui do Brasil. Não tem uma marca única de guache, procure fazer a massa bem seca para que você possa colocar mais tinta. Outra coisa que acontece é que a peça depois de seca perde um pouco a cor, mas ela volta com o verniz. Tempo para a base: dependerá muito do tamanho da base e principalmente de quantas bases você vai colocar juntas, também depende da potência do seu forno de microondas. Deixe sempre na temperatura baixa e coloque de
um em um minuto, elas devem ficar sómente um pouco secas, deve dar para aperta-las e sentir que dentro ainda estão cru. Tempo para as peças:muito cuidado com o microondas, o ideal é não esperar que a peça seque totalmente nele, deixe secar um pouco mas prefira terminar no forno convencional assim você não arrisca de perder a peça, quando seca muito ela estora e fica preta. Eu já perdi algumas peças lindas e é muito difícil fazer outra igual!! Com o tempo você mesma vai saber quanto tempo pode deixar sem correr o risco de queimar as peças. Espero ter ajudado. Se precisar escreva.
Boa Páscoa para você.
Um abraço,
Geisa Navarro

OI GEISA! EU QUERIA SABER COMO COLORIR A MASSA COM SUCO EM PO????? BEIJOS MAYRA

Geisa
Responde
Olá Mayra!! Tudo Bem?
Mayra, para colorir a massa com suco em pó, compre um suco tipo "Ki suco", que não venha adoçado, na cor que você preferir. Dissolva ele na água que você usa para fazer a massa, colocando mais ou menos pó dependendo do tom que quizer. Você mora em São Paulo? Se morar dia 19 estarei dando aula no Tatuapé. Veja as informações na primeira página. Um abraço. Geisa Navarro

Olah,
Geisa Navarro, obrigada pela atenção em responder-me! Estive pesquisando sobre essa massa de sal e consegui uma informação que acho que deveria dividir contigo: Ao invés de passar verniz,porque sou alérgica ao cheiro do verniz, passei parafina derretida e deu um efeito visual bem delicado....ficou bonito!! Eu faço modelagem em biscuit tem cinco anos e descobri essa massa de sal que está sendo muito desafiante descobrir novas formas de criar...sou apaixonada pela arte!!! Agora, quanto tempo em microondas? E pode-se fazer flores modeladas?? Quero fazer tanta coisa, mas sinto que ainda estou no ¨jardim de infância¨.
Beijinhos de Arnaide Sueli


Geisa
Responde
Olá
Sueli ! É sempre um grande prazer responder aos e-mails que tenho recebido e trocar experiências. Sei da possibilidade de passar parafina nas peças mas esta técnica tem alguns problemas! Primeiro que com o tempo a parafina começa a esbranquiçar perdendo a cor do objeto e a visualização. Segundo que a parafina absorve a poeira e é difícil de limpar. Terceiro e último, se bater sai um pedacinho da parafina e tira a proteção contra a umidade. Estou fazendo um teste com o "vedacit", uma idéia de uma leitora de Natal. Mas em todos os casos não abandono o bicomponente! Uma solução é usa-lo com máscara com filtro. Em local sempre aberto, dia de sol. Penduro as bonecas por fios finos de eletricidade e mergulho no produto, assim é mais rápido e não fico muito em contato com o produto. Quanto as flores, faça assim, abra a massa no meio de dois papéis para forrar formas, corte as pétalas e monte-as dentro de uma "cuia" feita com papel alumínio, pré-asse e depois "cole" com água sobre folhas ou onde você for aplica-las. Quanto ao tempo no microondas depende muito do tamanho da peça e da quantidade de peças que você coloca para secar. Deixe sempre na temperatura baixa e tome muito cuidado pois facilmente as peças passam do ponto e estouram. Procure secar mas não totalmente, dê os últimos toques no forno para não correr risco. Divirta-se! Um abraço. Geisa Navarro

Querida
Amiga Geisa, Sobrou um tempinho para eu tentar trabalhar com a massa de sal, mas vendo sua revista número 4, fui até uma casa de material de construção e pedi líquido vedante para caixa d'água, o produto que me venderam se chama VEDAJÁ e é composto de uma porção líquida e outra em pó. Minhas dúvidas são as seguintes: 1) Sendo o VEDAJÁ também um impermeabilizante Vedacit, é o produto correto? (Vi em seu site, numa resposta dada a uma leitora sua, que estava fazendo um teste com Vedacit, é o mesmo produto?) 2) Se estiver correto, devo usar a mistura do líquido com o pó ou somente o líquido? 3) Mesmo usando este produto, devo usar o P.U. e o Verniz Naval? Assim que receber sua resposta vou fazer a tentativa. Montei alguns bonecos com pedra de rio e durepoxi, ficaram lindos. Tenho certeza que poderei usar a massa de sal para modelá-los igualmente. Agradeço antecipadamente pela atenção.
Beijos. Rose Marie Grimaldi


Geisa Responde
Olá
Rose Marie!! Recebi seu e-mail, o impermeabilizante que estou usando é mesmo o" Vedacit" , a composição dele é sais metálicos e silicatos inorgânicos, veja se é a mesma composição do produto que você comprou. O Vedacit já vem pronto é um líquido branco, veja nas instruções do fabricante se o produto que você comprou deve ser usado misturando o pó com a água se for assim faça um teste colocando um pouco na massa. O Vedacit deixa a massa mais seca e faz também com que a peça seque mais rapidamente. Fiz um teste colocando imãs dentro de um copo com água na geladeira, alguns com Vedacit outros sem. As peças sem sofreram mais com a umidade tendo o aspecto de "pão molhado", com vedacit mantiveram mais a rigidez. Mas o que na verdade
fez com que as peças estourassem (todas foram envernizadas com verniz P.U. e naval) foi eu não ter lixado as bordas! Por ali a água entrou . Assim tenha sempre presente: - deixar as bordas bem arredondadas lixando se necessário; - dar duas ou mais mãos de verniz P.U. bicomponente; - dar uma mão de verniz naval ou marítimo para dar brilho e mais proteção; - usar o Vedacit na massa (ajuda também na conservação pois a massa fresca não fica úmida com o tempo). Espero ter respondido sua pergunta. Qualquer problema entre em contato. Um abraço. Geisa Navarro

Olá Geisa.
Tudo bem com você? Desejo que sim. Demorei um pouco para lhe escrever sobre a experiência com a massa de sal porque fiz testes de todas as maneiras.
Fiz várias tentivas usando:
1) Mais sal e menos farinha, farinha e sal em quantidades iguais, menos
sal e mais farinha, em diversas proporções;
2) Massa de cor natural, colorida com anilina, suco, chocolate, curry, tinta
guache, acrílica, a óleo, plástica, de tecido, de tingir roupa, pigmento,
enfim, tudo que encontrei;
3) Nas peças de cor natural, fiz a pintura após a secagem no forno, com
todos os tipos de tintas acima;
4) Acrescentei à massa, glicerina, vaselina, óleo de cozinha, óleo de bebê, óleo de amêndoa, óleo de banho, creme, etc.;
5) Usei água morna, água quente e o sal diluído na água;
6) Deixei parte das massas em sacos plásticos e diariamente verifiquei se havia alteração na textura;
7) Nas massas que se alteraram e ficaram mais amolecidas, consegui fazê-las voltar à consistência acrescendo farinha;
8) Nas massas que ficaram mais duras, acresci líquido (água ou tinta, cola, vedacit). Assim, pude verificar a textura e a coloração mais adequadas para cada tipo de trabalho.
Foi uma experiência ótima, todas as massas deram certo. Na secagem houve poucas e pequenas rachaduras que pude consertar sem problemas. As mesmas
peças que eu montava com pedras de fundo de rio e durepox, consegui fazê-las sem dificuldades.Fiquei muito satisfeita porque não errei e nem perdi nada até agora. Ainda não pintei todas as peças, e nem usei todas as massas, mas acredito que não haverá, problema. Se der algo errado, voltarei a lhe escrever para contar e pedir ajuda, se necessário. Mais uma vez, fico muito obrigada pelas informações que me passou. Isso contribuiu para que tudo desse tão certo. Se eu puder retribuir de alguma forma, conte comigo, permaneço ao dispor.
Um abraço!
Rose Marie Grimaldi.

Geisa Responde
Olá Rose!
Sempre é uma delícia receber seus e-mails! Que ótimas as experiências que você fez com a massa de sal, infelizmente recebo e-mails de pessoas que fazem uma massa e reclamam que não deu certo! Mesmo a técnica sendo muito simples e a massa só sair errada se muito úmida vejo que algumas pessoas não querem ter o mínimo de trabalho em deixar a massa bem compacta antes de modelar as peças evitando rachaduras ou tendo o mínimo de paciência em esperar que a peça se seque em temperatura baixa e completamente! Todo este cuidado com cada peça é recompensado ao ver o objeto terminado, não é mesmo?
Gostaria muito que você me enviasse fotos dos seus trabalhos para disponibilizar na internet! Um grande abraço! Geisa Navarro

Nome : margarete borga
Cidade : são leopoldo
Seu recado... : gostaria de saber se verniz p u é o mesmo que verniz polietileno
Data e Hora : 02/05/2002 - 22:24


Geisa Responde
Olá Margarete. Desculpe a demora em responde-la mas deixo o verniz fora de casa e respondo os e-mails quase sempre a noite ficando difícil sair no quintal! Vamos lá, na verdade o verniz é poliuretano, é um verniz automotivo e vem com o catalisador, Pesquise o preço pois vai de R$ 8,00 à R$ 35,00!
Um abraço.
Geisa Navarro

Nome: Vanessa
Cidade : Capivari SP
E-mail : vaniszani@globo.com
Seu recado... : Eu e minha mãe tentamos fazer a massa. Fizemmos mas não
deu certo, a gente coloca na forminha e não consegue desenformar, e se deixar
secar nela, ele racha e não dá pra aproveitar, será que eu fiz errado a
massa? Ficou igual você ensinou...

Data e Hora : 19/05/2002 - 11:49

Olá,
Geisa Acabo de adquirir o 1ª edição da revista de massa de sal. Queria saber se você já tem peças que durem 01 ano ou mais, caso sejam só para enfeites.
Estou com vontade de aproveitar a Páscoa para produzir peças e vender. Como moro no Rio de Janeiro, e aqui é muito quente estou com medo de fabricá-las e após algum tempo derretam na casa do cliente, o que acabaria por me queimar profissionalmente. Também gostaria de saber quando sai o próximo número da revista. Obrigada pela atenção, um abraço, Ana Cristina


Geisa Responde
Antes de tudo obrigada por adquirir a revista, tenho certeza você vai se
surpreender com os resultados da massa de sal!! Vamos as suas dúvidas...
Sim eu tenho peças com mais de um ano, algumas até sem verniz, logicamente essa última sofre com a umidade, mas não chega a "derreter". Você pode fazer
sem preocupação suas peças basta que as deixe secar bem no forno e passe o verniz como ensinado na revista (P.U. bicomponente, pois ele forma uma película como se plastificasse a peça, mas deixa opaca por isso e para maior proteção use outro verniz sobre o P.U., eu uso o verniz naval brilhante) fazendo assim não tem nenhum perigo, tenho peças nos Estados Unidos, Itália, Inglaterra e até no nordeste, assim como aqui em casa onde a umidade "é terrível" e o que pode acontecer é a peça "suar" quando a umidade relativa do ar é muito alta, especialmente nos dias de chuva (aparecem algumas gotinhas
de água na peça que somem assim que a chuva passa), mas não derrete, as únicas peças que podem apresentar problemas por estar em contato direto com a umidade são os imãs, mas isto eu vou explicar mais para frente quando fizer a revista dedicada a este tema. Resumindo: O calor não afeta em nada as peças, pelo contrário as mantém secas e bonitas. Umidade: Inimigo que é amenizado com o uso do verniz P.U. + Verniz naval. Para sua maior segurança faça como eu, cole nas peças sua assinatura e a seguinte informação: Artesanato em massa de sal . TEME A UMIDADE. MANTER EM LOCAL SECO. INGR.FARINHA, COLA,
CORANTE E VERNIZ. Por ser um artesanato novo no Brasil é interessante informar as pessoas do que ele é feito e como conserva-lo o que depois de algum tempo não será necessário como já ocorre em países onde ele é bem conhecido. Falando em revista a próxima sai no finalzinho de fevereiro e deve estar na sua cidade até, no máximo, nos primeiros dias de março. Mais uma vez obrigada e sinta-se à vontade de perguntar o que quiser e se possível mande uma foto da sua peça pela internet, pois no futuro tenho em mente de abrir um espaço na revista com trabalho dos leitores. Estou aqui sempre para esclarecer suas dúvidas.
Um abraço,
Geisa Navarro.

Geisa
Responde
Olá
Vanessa!

O que aconteceu? Vamos "por parte"! Que forminha você está usando? O ideal
são forminhas para biscoito, massinha de modelar ou para fazer pirulitos
de chocolate, estas ultimas precisam ser untadas com uma gotinha de óleo!
Ao trabalhar com a massa de sal deixe sempre um copo com um pouco de água
e um paninho úmido que vão ajudar a não grudar a massa e a mante-la na consistência
ideal. Não desista,é uma novidade e logo logo você vai ficar craque!! Um
abraço.
Geisa Navarro

Nome: Margareth Rabelo
Cidade : Fortaleza

Seu recado... : Geissa, preparei a massa ao qual achei que estava no ponto, queimei, mas depois de alguns dias a massa ficou toda mole e uma outra peça ( a arca de noé) ao qual utilizei muita massa já queimei duas vezes e cotinua fova e um pouco mole


Geisa Responde
Olá Margareth! O que aconteceu foi que você "cozinhou" a peça e não "secou"!! Para secar coloque no forno bem baixo, mais ou menos 70 graus. Levará mais ou menos 3 horas para ficar seca. Para saber se já está boa espete um palitinho de dentes, se não entrar em nenhuma parte é porque está pronta. Se no seu estado é muito úmido logo depois de seca mantenha a peça em um saquinho até dar o acabamento, verniz P.U. e verniz naval. Uma abraço.
Geisa Navarro.
Dica: se o seu forno não abaixa muito a temperatura, regule a entrada de
gás no botijão.


3 comentários:

  1. Oi Geisa! For favor, é possível fazer esculturas transparentes de sal? Ou seja, fazer a massa, colocar em um molde e assar? Obrigada, Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adriana, meu nome é Dária...Geisa é a pessoa que ensinou a técnica da massa de sal o site dela é o http://samellos.com.br/pastadisale/index.htm e lá consta um telefone para aquisição das revistas 0XX - 19-32943124 , porem não sei se este numero está ativo pois o site tambem disponibiliza a opção de venda mais quando cliquei deu erro, entao não sei se o site ainda está ativo e se ela ainda comercializa as revistas. sugiro que coloque lá sua dúvida e se quizer adquiir as revistas tente ligar. Boa sorte

      Excluir
  2. E.. Geisa, como faço para adquirir sua revista?

    ResponderExcluir

Que bom que você veio me visitar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...